bioplastia

IN ES BR

Central de Atendimento

AGENDAR CONSULTA

De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Sábado, das 9h às 14h.

Certificações

Certificação CNPQ
Certificação empresa CNPq.

Receber Notícias

E-mail:
Nome:

Nutrologia para gestantes

Nutrologia para gestantes ajuda na formação da criança antes mesmo da concepção do feto. Mulheres que pretendem engravidar devem aumentar os níveis de ácido fólico seja por alimentação ou suplementação. O nutriente é fundamental para evitar a má formação do tubo neural, estrutura que dará origem ao cérebro e medula espinhal.

A alimentação contribui para minimizar problemas comuns da gravidez, como: anemia, náuseas, vômitos, azia e constipação intestinal. O ômega-3, uma gordura boa presente em peixes de água profunda e que não integra a dieta normal dos brasileiros ajuda a evitar hipertensão da mãe, diabetes gestacional e até mesmo depressão pós-parto.

desenho de duas mulheres gravidas

O cardápio da gestante influenciará não apenas a formação do feto e o desenvolvimento do bebê, como poderá determinar toda a vida do indivíduo. O ômega-3 é um ácido graxo poli-insaturado essencial, ou seja, fundamental para diversas atividades do organismo mas que não é produzido naturalmente pelo corpo, devendo ser obtido através da alimentação. No desenvolvimento do feto o ômega-3 contribui para formação do cérebro e dos olhos, facilitando o desenvolvimento cognitivo após o nascimento. O nutriente pode até mesmo prolongar gestações de alto risco, durante o aleitamento contribuirá para aumentar o peso do recém nascido, no crescimento da criança lhe proporcionará o desenvolvimento da coordenação motora, atenção e processamento cerebral de informações, e ainda influirá na fase adulta prevenindo o declínio cognitivo no envelhecimento.

A principal preocupação das mulheres é quanto ao aumento de peso. No primeiro trimestre da gravidez não deve haver aumento da ingestão calórica, no entanto, por ser o período mais importante para formação do bebê, é preciso estar atento a eventuais carências de macro e micronutrientes. No segundo trimestre é recomendado um aumento de cerca de 200 kcal e no terceiro, 300 kcal. De forma geral, o normal é ganhar de 11,5 a 16kg durante a gestação. Lembrando que o velho ditado de que grávida tem que comer por dois, na verdade, pode levar a antecipação do parto e todos os riscos de um bebê prematuro.

Recomendações gerais da alimentação para saúde da gestante e do bebê

Outras recomendações gerais para o melhor desenvolvimento do bebê incluem o consumo de no mínimo três xícaras de leite por dia, um reforço de proteínas e algumas vitaminas como Ferro, vitamina A, Zinco e o Cálcio. Caso seja indicado pelo nutrólogo a reposição destes nutrientes pode ser feita através de suplementação.

Mudanças simples na alimentação para diminuir alguns desconfortos durante a gravidez ainda podem incluir o fracionamento das refeições com ingestão de pequenas porções muito bem mastigadas para evitar náuseas e vômitos; evitar alimentos picantes, frutas ácidas e não ingerir líquidos durante as refeições para controlar a azia; e aumentar o consumo de fibras e ingestão de água para melhorar o fluxo intestinal. O inchaço de mãos e pés é considerado normal, não sendo necessário alterações na dieta.


clinica leger s�o paulo Clinica Leger Moema São Paulo

 

Clínica Maison Leger Porto Alegre
Clínica Leger Rio de Janeiro
Clínica Leger Recife