bioplastia

IN ES BR

Central de Atendimento

AGENDAR CONSULTA

De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Sábado, das 9h às 14h.

Certificações

Certificação CNPQ
Certificação empresa CNPq.

Receber Notícias

E-mail:
Nome:

Conheça os possíveis tratamentos para bigode chinês

desenho de mulher com sulco de bigode chinês

Bigode chinês é o nome popular da linha curva que se forma entre a asa do nariz e os lábios, conhecida como sulco nasogeniano ou nasolabial. Esta formação é característica a partir dos 40 anos, quando a perda de colágeno começa a apresentar sinais visíveis. O terço médio e a parte inferior da face formam um triângulo invertido com base nas maçãs do rosto e ápice no queixo. Até cerca dos 30 anos, quando a produção das fibras de sustentação da pele ainda é normal, o peso dessa estrutura é sutentado pelas proteínas de colágeno e elastina. No entanto, com a diminuição dos níveis destas moléculas, a pele cede ao peso da camada de gordura e muscular, o que forma uma aparência cansada. A flacidez que causa o bigode chinês pode ser reduzida com tratamentos minimamente invasivos com curto tempo de recuperação, cirurgia plástica ou peeling exoderm (fenol), conforme orientação médica. O doutor poderá ainda combinar diferentes tratamentos para criar uma aparência mais harmônica e natural. Confira as opções de tratamento para bigode chinês:

Tratamento de bigode chinês com preenchimento

Uma das causas do sulco nasogeniano é a perda natural de volume muscular e da camada de gordura. Nesses casos, o tratamento do bigode chinês com preenchimento costuma produzir uma boa resposta na reposição de volume e harmonização das linhas do rosto. O procedimento pode ser realizado com implantes líquidos que são aplicados com agulhas, dispensando cortes, o que significa um tempo de recuperação reduzido.

Substâncias preenchedoras como o ácido hialurônico, o polimetilmetacrilato (PMMA) e até mesmo a gordura do próprio paciente podem ser utilizadas para devolver o volume perdido e minimizar o bigode chinês.

O ácido hialurônico é um componente natural presente entre as células do corpo humano responsável por manter vivas as fibras de colágeno que dão sustentação à pele. A perda natural dessa substância provoca redução de volume, desidratação do tecido, enfraquecimento do colágeno e desvitalização da pele. O preenchimento com ácido hialurônico colabora para a restituição das características naturais, incluindo estímulo às proteínas de sustentação, o que ajuda a preservar parte da aparência reconstituída mesmo depois de um ano. A reposição de ácido hialurônico pode ser realizada periodicamente para manter o aspecto rejuvenescido, uma vez que a substância orgânica tende a ser absorvida pelo corpo provocando perda de parte do volume restabelecido.

A gordura do paciente é utilizada como preenchimento após pequenas lipoaspirações para modelação do contorno corporal. Contudo, além de ser absorvível, a gordura não estimula a produção de colágeno, o que causa perda de grande parte da aparência conquistada, podendo haver ainda assimetria, nos casos em que a reabsorção é maior em um dos sulcos.

O PMMA é uma substância sintética que atua de forma semelhante, no entanto, sua permanência no corpo é definitiva. Composto de microesferas de polimetilmetacrilato concentradas em gel, este preenchedor estimula a produção de colágeno sendo envolvido por um novo tecido, o que explica a manutenção da aparência por tempo indefinido. Saiba mais...

Tratamento de bigode chinês com Fio Silhouette

Entre as causas do sulco nasolabial também pode estar a flacidez epitelial e muscular das maçãs do rosto. A partir dos 30 anos o corpo reduz a produção de colágeno em 1% ao ano, com a falta dessa proteína de sustentação o local tende a ceder com o peso da gordura provocando a marca chamada de sulco.

Nesses casos o tratamento de bigode chinês com fio silhouette pode ser indicado. Os chamados fios de sustentação são feitos de ácido polilático, uma substância sintética estimuladora de colágeno que reposiciona a pele e alivia a marca do sulco nasogeniano.

Moda nos anos 80, os fios subcutâneos eram perceptíveis ao toque, manchavam a pele e podiam causar inflamação, por isso foram substituídos pelos procedimentos não definitivos. O fio silhouette é absorvível, localizado entre a pele e a camada de gordura subcutânea, aplicado com agulha intramuscular de forma minimamente invasiva para uma recuperação mais curta do que o lifting facial cirúrgico. Saiba mais...

Tratamento de bigode chinês com radiofrequência

A radiofrequência é uma energia estimuladora de colágeno utilizada no tratamento da flacidez para devolver sustentação à pele. Ondas mecânicas e pulsos magnéticos estimulam a atividade dos fibroblastos que produzem as proteínas de colágeno, ajudando a restaurar os níveis de concentração das fibras e recuperar a firmeza da pele. O tratamento de bigode chinês com radiofrequência não é invasivo, sendo geralmente combinado com preenchimento ou fio silhouette. Saiba mais...

Tratamento de bigode chinês com laser CO2 fracionado

Indicado para rejuvenescimento facial, o laser CO2 fracionado estimula a renovação da pele incentivando o organismo a produzir um tecido novo e rico em colágeno, minimizando a flacidez que causa o bigode chinês. O aparelho emite feixes de luz que atuam por meio da fototermólise seletiva, evaporando as moléculas de água do corpo humano sem afetar as estruturas adjacentes. A ação elimina a epiderme e obriga o tecido a iniciar um processo de recuperação da área afetada. O processo de cicatrização é acelerado pela radiofrequência, recurso empregado de forma simultânea ao laser para estimulação de colágeno e redução do bigode chinês. Saiba mais...

Cirurgia plástica para tratamento de bigode chinês com lifting facial

Se não houver contraindicações o médico poderá sugerir uma cirurgia plástica para o tratamento do bigode chinês. O lifting facial é realizado através da retirada do excesso de pele, reposicionando o tecido e reduzindo o sulco. Este procedimento requer cerca de uma semana de repouso, podendo a recuperação ser acelerada através de ultrassom e radiofrequência, que irão ajudar a aliviar o inchaço e estimular o colágeno, favorecendo a elasticidade da pele. Saiba mais...

Tratamento de bigode chinês com peeling exoderm (fenol)

O peeling exoderm é uma versão atenuada que provoca menos incômodo e tem menor tempo de recuperação quando comparado ao peeling de fenol. Sua ação provoca a renovação da pele em níveis profundos ao destruir epiderme, derme papilar e derme reticular. O tecido então reage através de um processo de espessamento e retração do estrato dérmico que colabora para reduzir a flacidez da nova pele após a cicatrização. Essa reestruturação possibilita uma maior firmeza nas maçãs do rosto, minimizando o bigode chinês formado pela perda de tônus das camadas muscular e de gordura. Durante o processo inflamatório ocorre ainda a reestruturação das fibras de sustentação, bem como a estimulação da produção de colágeno e elastina, que irão contribuir para o lifting facial e redução do bigode chinês. Saiba mais...

Valor da consulta médica de avaliação presencial para tratamento do bigode chinês

A definição do melhor tratamento para bigode chinês será feita pelo médico em consulta presencial obrigatória antes da realização de qualquer procedimento citado aqui para avaliação do aspecto físico e histórico clínico do paciente. Durante a conversa será possível esclarecer todas as dúvidas e definir o valor do tratamento de bigode chinês. Se houver disponibilidade o procedimento pode ser realizado no mesmo dia, sendo o preço da consulta descontado do total. Conforme a avaliação o doutor poderá ainda combinar alguns tratamentos para produzir diferentes estímulos no tecido. No caso do lifting facial com cirurgia plástica para bigode chinês será necessária agendar internação para realização do procedimento no hospital. Para mais informações entre em contato conosco pelo formulário abaixo:

 


clinica leger s�o paulo Clinica Leger Moema São Paulo

 

Clínica Maison Leger Porto Alegre
Clínica Leger Rio de Janeiro
Clínica Leger Recife